18 de jan de 2012

FASHION RIO

TEMPORADA DE MODA 2012

 
O Fashion Rio, primeiro da temporada de moda brasileira, encerrou os seus desfiles mostrando um inverno colorido por tons terrosos, cores brilhantes, bordados, grafismos, muito brilho, seda, couros, peças ricas em detalhes, texturas em alto relevo, uma beleza discreta no rosto e cabelos desalinhados com efeito molhado.








Pequeno dicionário de moda para entender o Fashion Rio

Muito são os jargões típicos do universo fashion e para ninguém ficar com dúvidas resolvemos montar um pequeno glossário da moda para todos entenderem e aproveitar as melhores tendências.
Jacquard – o nome é dado aos tecidos de entrelaçamento complexo, como os vistos no desfile da 2nd Floor. Quem criou esta padronagem de fios foi o mecânico francês Joseph Marie Jacquard, inventor do tear mecânico.
Lurex – tecido composto de lã e alumínio vaporizado, dando um aspecto de brilho metálico, resgatado dos anos 1970 para a moda inverno 2012.
Vestido midi – entre o curto e o longo, aquele que termina na canela. Não é aconselhado para mulheres de baixa estatura, pois encurta a silhueta.
Patchwork – trabalho artesanal feito com retalhos de diferentes cores, que dão um toque especial à peça.
Foil – película de poliéster com características metálicas e textura holográfica. É preciso aplicar uma cola na área da roupa onde ficará a arte.
Pantalona – calça comprida de modelagem larga nas pernas.
Pull – diminutivo de pulôver (“pull over”, em inglês)
Denim – tecido pesado de algodão cru ou com fios de urdume tintos em índigo e fios de trama brancos. É muito usado para calças jeans, podendo ser usado como sinônimo delas.
Epaulettes – aplicações nos ombros dos casacos militares, como botões dourados.
Parka – diretamente emprestado do vestuário militar, este tipo de casaco com shape mais largo e pesadão (muitas vezes com epaulettes nos ombros), foi muito utilizado na década de 60 pela juventude inglesa. Na época, ela costumava ser da cor verde militar e trazia o escudo da força aérea inglesa, bordado.
Cardigã – casaco de lã sem gola e com abotoamento central, que pode ser usado sobre outras peças.
Print – estampa.
Jeans raw – jeans ecologicamente correto, que gera menos resíduos durante a fabricação.
Boho – é o resultado de uma mistura dos estilos hippie, étnico, folk e vintage.
Casquete – chapéu pequeno, que é preso por grampos ou fixo em uma tiara nos cabelos.
Chemisier – camisa estilo masculino, comprida, o chamado “vestido camisa”.
Color Blocking – tendência que mistura cores vivas e vibrantes em um mesmo look, como laranja e roxo.
Girlie – estilo romântico e superfeminino, caracterizado por estampas florais, cores doces como rosa claro e cintura marcada.
Minimalismo – estilo limpo, básico, com cores claras e neutras e recortes mais retos e simples.
Plissado – efeito sanfonado (dobradinho) dos tecidos de saias, vestidos e blusas.
Prêt – à – porter – coleções e roupas produzidas em larga escala.
Hi Low – mistura de peças mais básicas e baratas com itens de luxo. Hype – Moderno – Novo.
Dockside – sapato de couro com sola de borracha e tiras laterais.
Ankle boots – botas com cano na altura do tornozelo.
Botas flat – botas de sola plana, sem salto.
Meia pata – plataforma que encontramos na parte da frente de sapatos de salto alto.
Oxford – sapato masculino, fechado e de amarrar (lembram os modelos de jogar boliche), que foi adaptado para o armário feminino.






Nenhum comentário:

Postar um comentário